Como Validar sua Ideia Inovadora de Forma Gratuita

Como Validar sua Ideia Inovadora de Forma Gratuita

Aprenda neste post técnicas poderosas para que você possa validar a sua ideia inovadora de forma rápida, em qualquer cidade e a qualquer hora.

A ideia principal veio a alguns dias atrás quando estava olhando comunidades online sobre empreendedorismo e um dos tópicos que mais me chamou a atenção foram as pessoas perguntando… “como validar uma ideia”.

Percebi algumas diferenças de como as ideias são validadas no Brasil e como elas são validadas aqui na Silicon Beach e Silicon Valley.

O mais próximo é de um artigo do “vida de startup”, porém não foram a fundo na sessão de pesquisa qualitativa, que a meu ver é a mais importante. (O site é incrivel, acredito que eles não acrescentaram para não ficar muito longo o post)

Então aqui vou compartilhar uma técnica muito legal que aprendi em uma das minhas aulas de empreendedorismo aqui na USC – University of Southern em Los Angeles. Uma das melhores do mundo na área de empreendedorismo.

Esta é a primeira etapa da validação, para ver se a sua ideia possui aceitação no mercado – independente do preço (dicas sobre isso em um futuro post)

Mas afinal… Como validar a sua ideia inovadora?

Primeiro passo…

Saia de Casa!

Para validar a ideia você precisará conversar com diversas pessoas!

Todos os modelos de negócio que você trabalhou são apenas hipóteses, para validar você terá que ver se existirá aceitação do público!

Literalmente para validar uma ideia, principalmente se for uma ideia inovadora, você deverá sair de casa e conversar com pessoas estranhas. Se algo é inovador, você não encontrará registros de outros negócios que tiveram sucesso criando algo semelhante ao que você esta pensando e por isso é imporante ir ao público.

Sei que muitas vezes é difícil, ainda mais se você nunca trabalhou em vendas, de ir as ruas e conversar com diversas pessoas que você nunca viu na vida. Mas ei… isso é o trabalho do fundador de uma empresa!

Ninguém melhor que o fundador pra saber se algo irá ou não dar certo.

Por isso mesmo vou compartilhar as etapas de como você poderá fazer essa pesquisa qualitativa com o intuito de validar sua ideia:

Etapa 1 – Comece com uma meta

A meta inicial é de 50 contatos, sim 50 contatos! isso parece ser muito?

Sim é muito!

Mas se você não conseguir conversar com 50 pessoas como conseguirá vender para mais de 100 pessoas?

Caso acha difícil e você não tenha tanto tempo, coloque uma meta semanal, tente conversar entre 10 a 15 pessoas semanalmente, caso consiga mais que isso, perfeito!


Etapa 2 – Conseguindo as Entrevistas

Existem duas formas principais para que você consiga entrevistas todas essas pessoas.

Eu gosto de utilizar uma combinação de ambas:

  • Marque entrevistas

A primeira é a mais fácil!

Chame para uma entrevista de 15 minutos as pessoas mais próximas a você, depois expanda para seus contatos do Facebook, LinkedIn. E caso você faça parte de uma associação comercial, chame alguns associados também

O mais importante é que a cada entrevista você peça referências para entrevistar outras pessoas. Com uma referência ficará mais fácil de você entrar em contato com outra pessoa que você nunca viu na vida e pedir uns minutinhos do tempo dela.

  • Ache contatos na rua

Isso ira funcionar caso seu cliente seja B2C – ou seja, a pessoa física.

Aqui a estratégia é justamente ir em um local com muito movimento com uma caneta e um caderno na mão e sair entrevistando as pessoas. Desta forma você conseguirá ampliar sua quantidade de pesquisa de uma maneira muito rápida.

Sugestão: Shopping Centers


Etapa 3 – Onde muita gente peca… Crie uma história de fundo antes de entrevistar alguém

Aqui as coisas ficarão muito mais fáceis com uma história de pano de fundo.

Não caia no erro de chegar com um papel e uma caneta em shopping ou ligar por telefone para alguém e pedir um tempo para uma entrevista. Normalmente as coisas irão sair desta forma:

Você: Olá, você tem um minuto do seu tempo para responder uma pesquisa sobre uma ideia inovadora/produto que estou devenvolvendo?

Fulano: Desculpe estou muito apressado, não posso.

Óbvio! Pois temos em nossas cabeças que responder pesquisa é algo chato! (Quem nunca respondeu 50 questões em múltipla escolha na rua? Muito chato!)

Mas o segredo é fazer uma história com pano de fundo.

Uma receitinha básica para você tentar:

  • Primeiro: Pense no motivo da entrevista, se as pessoas simpatizam com sua causa, elas não irão negar
  • Segundo: Crie um script padrão
  • Terceiro: Utilize a palavra PORQUE – Existem diversas pesquisas onde mostram que a utilização de porquês aumentam a chance de resposta
  • Quarto: Simplifique! Não use palavras técnicas

Exemplo 1:

Olá, me chamo fulano, estou construindo minha primeira empresa. Estou entrevistando pessoas porque isso irá me ajudar a ver se terei futuro no que quero montar. Você teria apenas 5 minutinhos para uma entrevista rápida?

Exemplo 1 mostra sobre seu sonho e como as pessoas podem ajudar a conquistá-lo gastando apenas 5 minutos do tempo delas. Simples e fácil!

Exemplo 2: (O que eu gosto de usar)

Olá, me chamo fulano, sou aluno da universidade X. Você teria um tempo para responder apenas 5 perguntas? É importante porque estou desenvolvendo um projeto para a matéria de empreendedorismo e acredito que você irá me ajudar muito.

Porque gosto de usar o exemplo 2?

Simples… todo mundo ajuda alunos!

Sinta-se a vontade de utilizar os exemplos acima! 😉


Etapa 4 – Crie perguntas antecipadamente

Principal regra aqui:

  • Crie poucas perguntas e que sejam abertas – Perguntas que irão fazer você compreender mais sobre as necessidades do futuro cliente. Ou seja, estas são perguntas onde o entrevistado não consegue responder com um SIM ou um NÃO.
  • Faça o papel de uma criança curiosa – Para cada resposta, pergunto o porque, para conseguir entender mais sobre o entrevistado
  • Finalize a entrevista com uma pergunta padrão – “O que a mais você acha importante que eu saiba?” – Isso lhe ajudará a amplicar e descobrir coisas que você nem imaginava.


Etapa 5 – Devo me preparar para ir sozinho ou em grupo?

O ideal é sempre ir com mais de uma pessoa, e principalmente se a outra pessoa for o co-fundador da empresa.

3 pessoas é o máximo!

Os motivos são vários:

  • Enquanto um pergunta e presta atenção na conversa, o outro registra e anota
  • O entrevistador pode prestar atenção na linguagem corporal e entender mais sobre o que o entrevistado não esta falando.
  • Com duas pessoas será mais fácil de dar credibilidade ao projeto.
  • A segunda pessoa pode pensar em outros tópicos e perguntas que não foram pensados antecipadamente e podem dar valor a pesquisa.


Etapa 6 – Como anotar as entrevistas?

É difícil anotar tudo em uma entrevista. Então além de anotar, utilize seu smartphone e grave a entrevista.

Desta forma caso tenha alguma dúvida de algo que foi falado e anotado, você conseguirá facilmente rever e esclarecer.

E claro… lembre de pedir permissão a pessoa entrevistada antes de usar o gravador.


Resumo

  • Saia de casa
  • Entreviste o máximo de pessoas possível
  • Tenha o script na cabeça
  • Crie perguntas que lhe ajudarão a entender as necessidades das pessoas
  • Registre tudo!
Me siga por estas redes sociais

Leave a Comment